Relacionar-se com uma pessoa com um transtorno mental pode ser desafiador

Há muitas situações em que é extremamente difícil não responder, mas em algumas circunstâncias complicadas não faz sentido responder – reagir – impulsivamente. É necessário dar um tempo para refletir se a sua reação espontânea, se expressa, vai fazer a situação ficar melhor ou pior.

A mudança repentina de humor não é por sua causa.
Pode parecer que a pessoa esteja chateada com você, mas saiba que não é nada pessoal. Muitos problemas mentais são caracterizados por mudanças de humor, inclusive por sentimentos de raiva, depressão e mania.

Com terapia, medicação, exercício as coisas tendem a melhorar...
Abraços ajudam. Ligações também. Ou mensagens de texto. Ou sorvete. Ou qualquer coisa que demostre claramente que a pessoas não está sozinha.
Ela reconhece a sua ajuda...
Mesmo que ela não expresse isso todos os dias. O seu apoio e a sua paciência são vitais no seu tratamento e na sua autoaceitação

R. Barão de Jaceguai, 1708 - sala 42 - Parque Monte Libano, Mogi das Cruzes - SP, 08780-100, Brasil
contato@pamelacostapsiquiatra.com.br
4799-8915
Pamela Costa - CRM 141471 © 2021
  • f
  • i